fbpx

Como lidar com o excesso de preocupações

Como lidar com preocupações excessivas

O excesso de preoucupações fica te remoendo por dentro? É possível lidar com esta mente ansiosa e preocupada?

 

Preocupações excessivas

 

As preocupações parecem nos acompanhar ao longo da vida, não é mesmo?

Preocupar-se faz parte da experiência humana e de certa maneira é um aspecto importante da nossa vida, já que nos permite estarmos alertas e atentos à possíveis perigos e erros que podem causar grandes danos à nossa vida e à de outras pessoas.

Preocupar-se, de modo geral, significa que damos valor à algo.

 

No entanto preocupar-se excessivamente com certas situações pode começar a não ser tão saudável assim, principalmente quando nos paralisa e bloqueia, impedindo que realizemos certas coisas importantes no nosso dia a dia por conta do medo.

Mas será que estas preocupações que normalmente ocupam sua mente realmente se tornam realidade?

 

Uma pesquisa da Pennsylvania State University com pessoas diagnosticadas com Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) mostrou que 91% das preocupações que se passam em nossa mente não se tornam realidade.

 

O estudo foi além, e também mostrou que mesmo os 9% preocupações que vieram de fato a se concretizar, metade delas não foram tão graves quanto pareciam ser inicialmente.

 

Ou seja, de acordo com este estudo, 9 em cada 10 preocupações que passam em nossa mente não se concretizam, e mesmo as que se concretizam, não são tão graves quando achamos que seriam.

 

Parando um pouco agora… se você parar para analisar as preocupações mais recorrentes que já teve ao longo da vida, consegue reconhecer se alguma delas se tornou realidade?

 

E caso tenha se tornado, foi tão grave quanto achou que seria?

 

Como lidar com o excesso de preocupações

Mas e a partir destas informações, o que podemos fazer para lidar melhor com estas preocupações excessivas?

 

Racionalizar

Para algumas pessoas e em alguns momentos, racionalizar sobre isto pode ajudar.

Um exercício possível pode ser o de anotar as preocupações que passam pela sua mente, e depois analisar quais delas você tem controle ou não, ou então, quais delas possuem algum fundamento ou não. É sobre criar o hábito de anotar suas preocupações e depois tirar um momento para refletir sobre elas.

 

Apesar de ser uma técnica usada para lidar com preocupações excessivas, isto nem sempre é possível para algumas pessoas, já que preocupações também geram emoções e sentimentos, que disparam uma série de reações em nosso corpo e mente, que fazem com que fique difícil controlar nossa reação, ou até mesmo racionalizar sobre elas.

 

Nestes casos, práticas de Atenção Plena podem ser muito úteis e ajudar bastante a dar um passo além no lidar com esta mente preocupada e ansiosa.

 

Atenção Plena (Mindfulness)

A prática de Atenção Plena pode ser uma grande aliada para quem sofre com o excesso de preocupações.

 

Atenção Plena significa trazer consciência sobre o que acontece internamente neste momento, ou seja, tornar-se consciente dos nossos pensamentos, sentimentos e emoções que permeiam e nos atravessam no aqui e agora.

 

Por meio de práticas de meditação (práticas formais) e de atenção plena em atividades do dia a dia (práticas informais) somos capazes de desenvolver mais presença e consciência sobre como o mundo externo afeta e interfere em nosso mundo interno.

 

Tendo esta consciência nós temos recursos para distinguir o que é uma preocupação, o que é real, o que faz sentido ou o que é simplesmente uma história mental da nossa mente.

 

Se deseja começar a praticar Mindfulness, eu te convido a participar do programa de Mindfulness Ser Presença, ele pode ser feito em grupo ou individualmente.

 

Para mais informações, basta entrar em contato comigo e te mando mais informações ou marcamos uma conversa.

Share on facebook
Share on email
Share on whatsapp

Artigos relacionados